Please login first to save your pin.
processing

A Oliveira

A Oliveira
Autor:Sam (Samuel Torres de Carvalho) (1924-1993)
Add to Favourite/Plan Add to Favourite/Plan

Profile Description

Na ausência das Oliveiras, activar a sua memória, trazendo uma oliveira, de perfil amistoso e quase infantil, no gesto elementar de a recortar numa folha dupla de ferro. Posteriormente, encaixar as duas figuras, com um movimento singelo e delicado de trabalho manual, mas deixar a folha, a encenar o acto criativo, o jogo lúdico dos suportes, o vazio onde originalmente residira o objecto.

Traçar então uma planta de total simplicidade – o ângulo recto delimitado pelo papel-ferro, a contextualizar, e a cruz definida pelos dois elementos, a nomear a árvore -, descrevendo um surpreendente “LX”. Depois, deixar a luz actuar em efeitos vibrantes de claro/escuro que lhe oferecem uma dinâmica de rotação na tridimensionalidade nascida da dupla dimensão; deixar actuar o vento e a chuva para polvilhá-la de oxidação, na degradação natural do ser que constitui a oliveira de ferro; e deixar actuar a paisagem, permitindo às árvores em redor vivificarem o vazio da folha e relacionarem-se com esta nova árvore, sua irmã metálica. Tudo claramente, como as palavras do seu autor: «Há homens de ferro, resistentes como árvores. Há árvores de ferro, firmes e obstinadas, como alguns homens. A OLIVEIRA é assim.\ Olivais, era a sua terra.

Retiraram-na do seu lugar e colocaram-na mais além, convertida em memória, apenas. Ficou o vazio da sua ausência, agora cheio de casas, de asfalto, de arbustos rasteiros. Nessa memória que a infância guardou terá raízes, talvez, o contorno pueril de uma árvore evadida por encanto das páginas recortadas de um qualquer livro infantil. Uma árvore de papel. Ou de ferro, para ser exacto.» SAM partiu, assim, do seu habitual suporte de trabalho cartoonista e plantou a escultura na terra, numa acção inesperada, jovial, de grande despojamento e de inteira veemência plástica, tal como o fez em “Ad Ephemeram Gloriam” e “Infância”, as duas outras intervenções de arte pública com que celebrou a cidade. Silvia Câmara

2 Likes

Your Rating

Quality
Support
Price
Products

Leave a Comment